Há 16 anos, quando comecei minha carreira no Web Design, os blogs ainda eram uma novidade, pouco conhecida pelo público geral. Eram o mais próximo que tínhamos de uma rede social. Vários mini-sites conectados entre si através de links, banners e o principal: amizade. Existiam boards, fórums e outras formas de interação, mas o blog foi a primeira ferramenta mais acessível para o público geral para ter uma página pessoal e dividir com amigos e familiares algum conteúdo. Eventualmente os blogs públicos eram vistos por internautas em busca de algum conteúdo, formava-se ali um elo de leitor e autor. Entre trocas de comentários, links e ideias, surgiam amizades, parcerias e novos negócios. O que começou como “diários de adolescentes” hoje toma o mercado digital de assalto e está mais presente do que nunca.

 

Em Abril de 2007 publiquei em meu blog pessoal, o artigo “O Tamanho da Blogosfera” ¹, analisando o crescimento e evolução dessa camada da web. Não vou me aprofundar nos detalhes, mas você pode ler o artigo original para dados completos. Em resumo, a quantidade de blogs na internet vem crescendo em um ritmo alucinante desde 2003, quando surgiam 15.000 blogs todos os dias. Hoje esses números são ainda maiores e continuam aumentando. Em 2010 o site Technorati fez um estudo para saber se as pessoas conseguiam viver de blog. Descobriram que 36% dos blogueiros tinham seus sites como fonte de renda. No mesmo estudo realizado um ano antes, em 2009, eram apenas 28%, com uma média anual de $42,548 dólares de anúncios e publicidade exibidos nos blogs. Outras formas comuns de renda para blogueiros são posts patrocinados e ações de engajamento.

Hoje toda empresa, profissional liberal ou empreendedor(a) individual que se prese, possui um blog. É uma forma de entrar em contato com o público que complementa ações em redes sociais, incrementam a otimização de busca em um site e dá visibilidade para a sua marca, agregando valor ao produto ou serviço. Para algumas pessoas, o blog já se transformou em negócio e pode ser, hoje, uma fonte de renda alternativa e emocionante!

Mas como ganhar dinheiro usando um blog?

Bom, agora que você já sabe um pouco mais sobre blogs e como eles são utilizados no atual cenário digital, vamos falar sobre outras formas de utilizar um blog, que você pode transformar em um negócio online bem sucedido e lucrativo.

Programas de Afiliados

Uma das maneiras mais tradicionais de obter rendimentos através de um blog, é através de programas de afiliados. Existem diversos no mercado, que oferecem pagamento em troca de um display de publicidade. Há várias formas diferentes de receber dessa forma, alguns anunciantes oferecem porcentagem pelas compras feitas a partir de um site, outros pagam por visualizações ou cliques.

Financiamento Coletivo / Doações

Se o seu blog serve a uma causa ou instituição, você pode obter doações e financiamento de pessoas interessadas em apoiar a sua ideia. O financiamento coletivo, através de sites como o Bem Feitoria, Patreon, Kickante, Kickstarter e afins, tem ajudado produtores independentes a encontrar investidores interessados em ver o projeto decolar.

Marketing de Conteúdo

Para uma empresa é muito importante que seus produtos, serviços e ideias sejam divulgados em diversos meios, maximizando o alcance de conteúdo. Você pode ter um ou mais blogs sobre nichos específicos e formar parcerias com empresas e marcas para divulgação de seus produtos ou serviços.

Blogueiros de todo o Brasil também tem encontrado no Marketing de Conteúdo uma nova profissão, escrevendo em blogs de empresas e obtendo rendimentos sólidos. Se quiser saber um pouco mais, recomendo visitar o site da Contentools, a startup catarinense líder nesse mercado e que faz um trabalho excelente com redatores, content managers e uma ferramenta inovadora para o gerenciamento de conteúdo.

Lead Generation

Se você já usa a internet para divulgar serviços ou produtos, ter um blog sobre o tema do seu trabalho e sobre coisas que interessem a seus possíveis clientes é uma excelente estratégia para obter novos contatos, alcançar mais público e, eventualmente, fechar novas vendas. Além disso, ter esse conteúdo online sobre coisas relacionadas ao seu mercado de atuação agrega valor ao PageRank de seu site, atraindo mais pessoas através de pesquisas no Google, Bing, e outras ferramentas de busca.

Que tipo de Blog posso criar?

É importante você definir um nicho para começar, tornando assim mais fácil conectar-se com certas marcas. Afinal, uma empresa de cosméticos vai preferir anunciar seus produtos e pagar por publicações em um blog sobre maquiagem, moda, beleza, etc. Enquanto uma marca de pneus vai preferir publicar anúncios em um site sobre carros, competições de corrida, mecânica, etc.

Existem infinitos nichos de mercado, mas podemos agrupá-los em alguns nichos menos específicos para te ajudar a definir o seu blog. São eles:

Notícias, Política, Fofoca, Culinária, Moda, Saúde, Ciência e Filosofia. Claro, esse é o meu resumo. Como eu disse, existem milhares de nichos diferentes que podem ser abordados. Dentro de Culinária, na verdade você pode ter um blog que fale sobre os restaurantes da cidade. Também tem a possibilidade de você abordar vários nichos. Um blog sobre comida saudável atingiria tanto o público que procura por culinária, quanto por saúde, por exemplo.

Por onde começar?

Se você está morrendo de curiosidade e quer saber como funciona um blog, eu recomendo você fazer uma conta gratuita no wordpress.com e começar hoje mesmo. Você certamente já tem familiaridade com diversas ferramentas digitais como Facebook, por exemplo, então não será nem um pouco difícil utilizar o WordPress para começar o seu blog. O mais importante é criá-lo, entender o básico das funcionalidade e começar a fazer os primeiros artigos.

Se precisar de alguma ajuda ou dica mais específica, deixe um comentário aqui nesse artigo que terei o maior prazer em lhe ajudar

Agora, se você é uma pessoa empreendedora, tem os meios para investir nesse mercado e começar um negócio de sucesso, comece com o pé direito tendo um blog profissional, com uma boa hospedagem, domínio próprio e um tema profissional de qualidade que vai tornar o seu blog único.

Parece realmente uma grande estrutura e que deve custar muito, mas isso não é verdade. Você pode começar hoje mesmo, com a ajuda de um profissional experiente e um tema de alta qualidade a partir de R$ 39/mês, com hospedagem e domínio inclusos. Saiba mais

O que achou desse artigo? Deixe sua opinião, ela é muito importante para mim.

%d blogueiros gostam disto: